quinta-feira, 25 de novembro de 2010

A violência no Brasil

Essa semana o país inteiro está sob tensão com o que acontece no Rio.
Essa coisa de internet nos deixa ainda mais tensos, mas não por estarmos sempre alertas, com notícias a cada minuto sobre o que acontece. Por que, então?

Me diga aí, vc que não tem família no Rio, fica tenso qndo vê as notícias? Claro!
Vc que não tem amigos tbm fica? Óbvio!
Acontece que... quem não tem família no Rio tem AMIGOS! Por mais que sejam amigos virtuais ou amigos virtuais-reais, são AMIGOS. E nos preocupamos com eles, com sua família e tal.
Eu tenho MUITOS amigos no Rio. São tantos que não poderia citar aqui. Tenho uma grande amiga que está me mandando mensagens dando notícias.

É pavoroso! Mas vou contar um caso aqui...
Essa semana, minha tia, saindo da casa dos meus avós, foi assaltada. Muita chuva, ela gritou! Rolou com o cara na rua, seu vestido, tomara que caia, caiu! Meu tio ouviu os gritos e correu pra acudir! Vizinhos chamaram a polícia e meu tio conseguiu segurar o fulano até a polícia chegar.
Qndo o fulano soube que a polícia estava chegando, pediu "por favor, moço! Me solta, eu tenho família!" Acreditam que ele falou isso???

Pois é... e aí eu ACABEI de ler um post que me fez ter vontade de falar sobre isso... É o post Rio de Janeiro ou Faixa de Gaza, da Joana Campos. E eu super concordo com ela!
Que país é esse onde eu, você, esse aí do seu lado e mais um monte de gente, trabalha, estuda, chega cansado em casa, tem muita coisa pra fazer, conquista suas coisas, pra chegar um filhodaputa ordinário e te roubar?
Pra piorar a situação, se o cara é preso, quem é que paga sua comida, seu colchão, sua 'estadia' na prisão? Nós... já trabalhamos pra tentar sobreviver e ainda temos que sustentar isso...
Sabe, o texto da Joana é realmente MUITO interessante! E eu gostaria que algum governante decente tivesse as idéias que ela teve.
O vagabundo tá lá? Tem que trabalhar pra se sustentar e não ficar dependendo da gente!
Tem que estudar pra saber se tem direito à vida livre!
Passem lá. Leiam o post dela! Tá ótimo! Apesar de ser um desabafo, achei super coerente e penso como ela!
Eu queria saber como fazer essas coisas valerem, sabe? Queria que esses governantes tivessem uma equipe pra pesquisar blogs, twitter e etc, pesquisar o que o povo fala, o que o povo pensa, o que o povo quer. Pq é aqui, na net, que a gente desabafa e fala a verdade! Pq eu não sei pra onde correr, por isso corro pra cá!

7 comentários:

Beth/Lilás disse...

Olá, Dori!
Vim agradecer tua visita lá no meu pedaço e aproveito para unir-me a você e demais pessoas de bem deste país contra toda esta violência absurda em que estamos mergulhados.
Sou carioca, moro em Niterói, mas acho que esta guerra não é somente do Rio, pois quando forem expulsos daqui, com certeza irão para outros estados e aliás, já foram, pois o Brasil inteiro tem os tentáculos do tráfico.
É preciso que a polícia una-se ao governo, ao exército e forças armadas e façam um trabalho como fizeram na Colômbia, estrangulando a entrada de armas e drogas, moralizando geral em todas as ações.
Infelizmente, o Rio hoje chora, mas foi fazendo vistas grossas e aceitando o crescimento das favelas e o tipo de imposição que marginais fazem ao povo em geral, agora amargamos este inferno.
Mas, continuamos com fé e esperança, pois não há em todo este país uma cidade mais bonita e eu já viajei muitas por aqui e lá fora, posso atestar então.
um super abraço carioca

JOANA CAMPOS disse...

Oi Linda!
Vim te dar as boas vindas no blog!
Dizer que ele é nosso e vc pode se jogar por lá quando quizer!

Super Obrigada por me citar em seu post....vc se identificou mesmo com minhas palavras? menina eu tava num momento irada...KKKK mas sou falastrona mesmo, boto a boca no trombone, se vc ler alguns outros posts meus, verá essa minha face, mas tbém sou legal! pinto, bordo...ops mentira...falo algumas coisinhas e tenho uma loginha linkada ao blog...mas o blog fala de tudo,,,não tem um seguimento é geral...rsrsrs

Tiespero mais vezes! vamos estreitar os laços....vou te seguir...

Beijos

Joana Campos

Regina Laura disse...

Oi Dori, adorei seu comentário no meu blog, principalmente porque ele me fez chegar até o seu :D
A situação da violência é tão complexa...
Extrapola o bandido, a polícia...
São tantos interesses envolvidos para que essa situação de caos generalizado continue.
O ladrão pé de chinelo é só a pontinha do iceberg, né não?
Dá uma sensação de impotência muito grande.
Adorei seu blog e já virei seguidora fã ;)
Beijão

Leticia disse...

Dori querida!
Acho que todo o Brasil está preocupado com o que rola por lá... fico pensando nas meninas, na Fernanda, na Elis, e todas as outras... sabe?
Loucura isso tudo, não?
Beijos
lelê

Renata e Duda disse...

Cheguei, rsrs. Como assim que de repente fiquei sem noticias des voces, rsrsrs. Tá no meus favoritos já. Sobre a festa da Sol, também ficamos muto chateadas por não termos conseguido chegar. Foi duro voltar pra casa com a pequena chorando desconsoladamente e imaginando a decepção da Sofia em nos esperar em vão. Mas, vamos tr outras oportunidade né? Continuo aqui orando e torcendo muuuito pela felicidade de vcs. E VIVA A SOL!!!

Cadinho RoCo disse...

Não se iluda porque os governantes sabem sim o que há na Internet. Pesquisam tudo por motivo singular: voto. E se estamos na situação que estamos nela, se o Rio sofre o que sofre hoje, a origem está em algo singular: voto.
Estamos no Brasil da mentira e aí está a consequência dela.
Cadinho RoCo

Cintia Branco disse...

Dori,

Menina, te achei!!! Queria agradecer todo o seu carinho lá no blog e te conhecer melhor, claro. quanto ao seu palpite, antes fossem carrinhos, rsrs, mas sem sombra de dúvidas prefiro o que tem lá agora do que se tivessem moedas, tenho problemas com elas, kkk.
Coloquei mais uma dica, quem sabe ajuda.
Claro que ficamos preocupadas com a situação do Rio, porém creio que a questão da violência está muito mais ligada a questão econômica nacional e mundial, a educação e a falta de acesso aos direitos básicos que a maioria da população vive do que a uma questão de caráter ou de oportunismo, entende? Enfim, a questão é discutir sempre sobre esse tema e fazer com que essas discussões sejam ouvidas, além de falar é interessante engajar-se em movimentos populares e sociais que ergam bandeiras a favor da vida e contra a violência e corrupção.
Adorei vir aqui.

Beijos